CIDADES
05.12 - 10h13min
A
A
A
Paraná tem mais de 11 mil cirurgias eletivas na fila de espera do SUS

Mais de 11 mil paranaenses precisam fazer uma cirurgia e não conseguem. É o que revela levantamento do Conselho Federal de Medicina (CFM), que conseguiu uma estimativa sobre o tamanho da fila por cirurgias eletivas do Sistema Único de Saúde (SUS) por meio da Lei de Acesso à Informação. No Paraná, são 11.431 pacientes na fila de espera, 109 deles aguardando por um procedimento desde 2010.
De acordo com o Portal da Saúde, administrado pelo governo federal, as cirurgias eletivas são procedimentos realizados por meio de marcação, ou seja, sem caráter de urgência ou emergência para todas as especialidades. No estado, a fila maior, com 1.572 pacientes, é para tratamento cirúrgico de varizes (uni e bilateral). Em seguida vem tratamento com cirurgias múltiplas (1.005), colecistectomia (retirada cirúrgica da vesícula biliar, com 936), procedimento para correção da hérnia (620) e amigdalectomia com adenoidectomia (retirada das amígdalas e dos adenóides, com 410).
Embora o tamanho da fila de espera assuste, a situação do Paraná é uma das “menos piores” no país, aparecendo na 10ª colocação entre os 16 estados que responderam às informações requisitadas pelo CFM. Por ano, segundo dados do Ministério da Saúde, são feitas no Paraná entre 120 e 140 mil cirurgias eletivas com recursos da Média e Alta Complexidade da pasta.
Mas não foram apenas as verbas do governo federal que atenderam esses pacientes nos últimos anos. É que o Paraná é hoje o único estado brasileiro que aplica recursos próprios para cirurgias eletivas, o que possibilitou o atendimento de mais de 66 mil pessoas por meio do Mutirão Paranaense de Cirurgias Eletivas. Lançado no ano passado, o mutirão tem ajudado a reduzir a fila de espera em áreas como ortopedia, ginecologia, cirurgias de catarata, hérnia, vasculares, entre outros.
Em todo o país, o número de pacientes aguardando por algum procedimento elletivo chega a 904 mil, sendo mais da metade em Minas Gerais (434.598) e São Paulo (143.547). Já o número total de procedimentos cirúrgicos eletivos realizados anualmente no Brasil chega a 2 milhões.

 


Fonte: Bem Paraná

Foto: google imagens

Deixe o seu comentário
PARCEIROS
Icaraíma 24 Horas (grupo Umuarama 24 Horas)
Copyright © 2015
Todos os direitos reservados.
44 8418-7393
Por:
X FECHAR