CIDADES
09.07 - 11h05min
A
A
A
Morre aos 82 anos o advogado Cândido Garcia, fundador da Unipar

 

 

 O fundador da Universidade Paranaense (Unipar), o advogado Cândido Garcia morreu em Umuarama às 7h45 desta segunda-feira (9). Ele estava internado desde o dia 28 de junho no Hospital Cemil para tratamento de uma insuficiência renal e pneumonia.

Após múltiplas paradas cardíacas e de mais de uma hora de esforços da equipe médica, o Dr. Candinho, como era conhecido, morreu em razão de uma insuficiência respiratória aguda, como mesmo atestou a direção do hospital em nota.

Cândido Garcia foi presidente da Associação Paranaense de Ensino e Cultura (APEC), entidade mantenedora da Universidade Paranaense (criada oficialmente em 1972). E reitor da Universidade Paranaense de 2000 a 2010. Ao deixar a reitoria para o filho Carlos Eduardo Garcia, passou a ocupar o cargo de vice-reitor da Unipar.

Nascido no interior de São Paulo, no município de Cafelândia, em 16 de março de 1936. Passou a maior parte da infância e a juventude em Tupã (SP). Para ajudar a família que tinha poucos recursos, dos 9 aos 12 anos foi engraxate e, depois, aprendeu o ofício de alfaiate, o qual exerceu por sete anos.

Em 1958 conquistou um emprego no Bradesco, n época, a profissão de bancário era muito valorizada. Assim mesmo, sonhava mais alto: a partir de 1969 arrumou um segundo emprego: o de secretário numa escola de ensino médio, em Tupã. Esse emprego abriu seus caminhos para o empreendedorismo na área educacional. O primeiro grande passo foi a idealização e criação da Faculdade de Ciências Contábeis e Administrativas de Tupã, na qual iniciou a carreira de gestor de escola de ensino superior.

Em Umuarama, chegou no início dos anos 70, onde, em 1972, idealizou e fundou a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Umuarama (Fafiu), a primeira de várias que iam surgindo no decorrer dos anos, entre elas a Faccar – Faculdade de Ciências Contábeis e Administração de Rolândia (criada em 1974), hoje Faculdade Paranaense.

Entre várias honrarias, Cândido Garcia foi contemplado com título de cidadão honorário de Umuarama (1995), Nova Olímpia (1996), Toledo (1998), Cianorte (2002), Rolândia (2003), Cascavel (2004), Francisco Beltrão (2004), Guaíra (2005) além do Título de Cidadão Honorário do Paraná (1999). Embora sinta orgulho por tudo o que seu Estado natal (São Paulo) proporcionou, Cândido Garcia acabou se identificando com o Paraná, Estado que elegeu para viver e constituir família, do qual se considera "filho".

 

Cândido Garcia deixa a esposa e professora Neiva Pavan Machado Garcia, vice-reitora da Unipar, os filhos Carlos Eduardo Garcia, reitor da Unipar, Cláudia Elaine Garcia Custódio e Cássio Eugênio Garcia, diretores da Unipar e Camilo Evandro Garcia, diretor da Fundação Cândido Garcia e, ainda, oito netos.

Detalhes sobre o velório ainda não foram divulgados.


 

Fonte: Com informações da assessoria da Unipar/Portal Cidade de Umuarama

 

 

Deixe o seu comentário
PARCEIROS
Icaraíma 24 Horas (grupo Umuarama 24 Horas)
Copyright © 2015
Todos os direitos reservados.
44 8418-7393
Por:
X FECHAR